segunda-feira, 10 de julho de 2017

Randomicidades do mês: junho/2017 (parte 2)

Demorei mais do que esperava para postar a segunda parte das randomicidades de junho, mas pelo menos postei. :P

Animes/séries

Terminei dois animes que estava vendo faz bastante tempo e um anime curtinho. Comecei a ver um montão de coisa.


NieA Under 7
Anime sobre uma estudante pobretona que vive em uma casa de banhos acompanhada por uma extraterrestre parasita (não do tipo que invade o seu corpo, mas do tipo que vive do seu dinheiro e come a sua comida). Poderia ser uma ficção científica muito louca sobre aliens, mas é um anime slice of life tranquilão misturado com comédia. O tipo de humor exagerado não me agradou muito, mas os momentos calmos e mais reflexivos são muito bons. Apesar disso, achei o anime meio arrastado em vários momentos.
Nota: 3,25


Sailor Moon Crystal
Demorei séculos para terminar esse anime, em parte porque estava assistindo com a minha irmã, então não conseguia assistir com tanta frequência, e em parte porque achei a série bem ruinzinha. Claro, assistir raramente só piorou as coisas, porque eu esquecia toda a história e no final não estava dando a mínima para o que estava acontecendo. Acho que o que eu mais gostava na série clássica era o humor meio bobo e o cotidiano das personagens. O remake tem uma narrativa bem mais enxuta, focada na ação, que é bem o que menos gosto em Sailor Moon. Ou seja, achei uma chatice. E a arte feiosa não ajudou nada (ou ajudou, porque ri muito de algumas cenas mal desenhadas/animadas). Ainda assim, pretendo assistir a segunda temporada um dia, porque as outras Sailors darão o ar da graça.
Nota: 2,5


Fudanshi Koukou Seikatsu
Anime curtinho sobre um fudanshi, homem que curte mangás yaoi (mangás gays voltados para o público feminino). Como é um hobby incomum entre homens, ele passa por situações constrangedoras e engraçadas enquanto lida com seus amigos, shippa pessoas reais, fica amigo da coleguinha fujoshi, vai na loja comprar seus mangás etc. Não é grande coisa e imagino que perdi muitas piadas por falta de referência, mas é divertidinho.
Nota: 3

Comecei a assistir: Master of None (2ª temporada), Code Geass, Hoozuki no Reitetsu, Tabi Machi Late Show

Filmes


A bruxa (2015)
Não gosto muito de filmes de terror, mas atualmente vários estão sendo bem elogiados por aí, o que sempre desperta minha curiosidade. A bruxa mostra uma família muito religiosa que vive isolada no meio da floresta, nos EUA do século 17. Quando o bebê desaparece, todos passam a suspeitar da filha mais velha e a acusá-la de bruxaria. Eu esperava mais do filme. Gostei do clima de tensão, mas achei a história meio arrastada e não gostei tanto do final. Alguns personagens me irritaram muito, mas imagino que isso seja proposital.
Nota: 3,25


A comunidade (2016)
Gosto muito de A caça e Festa de família, então estava com expectativas bem altas a respeito de A comunidade, do mesmo diretor. Porém me decepcionei um pouco. O filme trata de um casal que herda uma casa e decide transformá-la em uma comunidade, convidando amigos e desconhecidos para viver sob o mesmo teto. No entanto, logo surgem atritos, e o casal enfrenta dificuldades em seu relacionamento. É um filme mais leve do que os outros que vi do diretor (talvez seja por isso que me decepcionei, não sei).
Nota: 3,5

Curtas


Elégia - Huszárik Zoltán (1965)
Curta bastante impactante sobre cavalos. Mostra os animais em sua história junto ao homem: da liberdade nos campos ao maltrato durante o trabalho nas ruas, participação nas guerras, abate para alimentação. Não tem falas, e a música é bastante incômoda.
Nota: 3,5


Ame to Shoujo to Watashi no Tegami (2015)
Curta de animação sobre uma menina que sonha em ser escritora e escreve uma carta para o menino de quem gosta. Assisti ao filme porque ele apareceu como sugestão aleatória em um site. Pelo que li, esse curta foi feito por um amador e, levando isso em consideração, até que ele fez um bom trabalho. O filme tem um clima meio Makoto Shinkai que não me agrada tanto, mas os cenários são interessantes e a história é bonitinha.
Nota: 2,75


Balance (1989)
Um grupo vive sobre uma plataforma equilibrada sobre o nada. Quando uma pessoa precisa se deslocar, todas as outras se reorganizam harmonicamente para manter o equilíbrio. Até que um deles pesca uma caixa estranha que aguça a curiosidade de todos. O filme parte de uma premissa estranha, e ao mesmo tempo simples, para construir uma história envolvente e profunda sobre a vida em sociedade. Adorei esse curta!
Nota: 4,25

Aquisições


Minha irmã pegou esse livro em uma troca. Não sei muito sobre ele, mas parece ser bom. ;)


Esses foram os presentinhos da Lulu, do blog Lulunettes. Adorei os livros e o caderninho fofo. Muito obrigada, Lulu! :3

2 comentários:

  1. A animação de Sailor Moon Crystal tá uma tristeza. Deve ser por conta da crise que a indústria da animação vem enfrentando. Eu, por exemplo, estou demorando bastante a concluir; mas no meu caso é por causa da trilha sonora, que não é empolgante. Acho horrível. A trilha do anime dos anos 90 é maravilhosa!

    Fudanshi Koukou Seikatsu é engraçadinho. Ah, com a mesma temática de fãs de BL, tu já viu o filme Fujoshi Kanojo? É tão legal. Gosto bastante!

    Como assim nota 3,25 para A Bruxa?! (O_O). Lígia, vamos romper amizade (>_<). A Bruxa é maravilhoso! O diretor teve a incrível ideia de mostrar o pavor que as pessoas (imigrantes ingleses que se fixaram na América do Norte) com a figura da bruxa. Genial demais! A Bruxa tornou-se meu filme de terror favorito. É impecável!

    Me parece interesse A História dos Meus Dentes.

    Lígia, fico feliz que tenha gostado dos presentes de aniversário (^_^). Chegou atrasado, mas tudo foi escolhido com muito carinho; incluindo o bloquinho da Artemísia, hahaha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lígia!

    Sobre a Bruxa, como você, só fui ver por causa dos muitos elogios e esqueci que não gosto de filmes de terror, hahaha. Mas ao menos foi interessante ver filmes com personagens diferentes do usual, neste caso provincianos supersticiosos, religiosos e com muita culpa cristã.

    Abraços!

    ResponderExcluir